Sobre aprender e descansar

De 06/09/2016Blog, Vida Cristã
tumblr_lhfl47IlyS1qd4r1bo1_500

Te convido a meditar um pouco sobre duas passagens da vida de Pedro. Veremos uma diferença bem evidente.

 


 

A primeira passagem está em Mt 8.23-27. Os discípulos estão no barco com Jesus, logo após terem sido testemunhas de um milagre. De repente uma forte tempestade os atingiu! Como pescadores experientes que eram, podemos deduzir que pelo desespero deles essa tempestade foi realmente forte!

O versículo 24 nos diz que eles encontraram Jesus dormindo, e isso de certa maneira os irritou. “Como o Senhor pode dormir enquanto morremos?!”.

Jesus faz o milagre de acalmar a tempestade e a lição foi que não deveriam temer circunstâncias externas, Ele tinha poder até sobre os ventos e o mar, por isso podia dormir.

Certamente isso foi muito marcante pra Pedro.

Passou-se muito tempo. Jesus morreu, ressuscitou, subiu aos Céus, o Espírito foi derramado, a Igreja começou e Pedro já tinha tido muitas experiências como um dos líderes da Igreja em Jerusalém.

Agora a segunda passagem que está em Atos 12.1-19. Nessa ocasião Pedro está preso por causa do Evangelho. Herodes tinha matado Tiago, e isso agradou os judeus, então ele pretendia fazer o mesmo com Pedro. Prendeu-o e ele seria julgado no dia seguinte. Certamente condenado à morte.

Veja o versículo 6: “Na noite anterior ao dia em que Herodes iria submetê-lo a julgamento, Pedro estava dormindo entre dois soldados…”.
Como pode alguém dormir sabendo que seria sentenciado à morte no dia seguinte?! E não apenas dormindo, era um sono pesado pois o versículo 7 diz que não bastou a aparição e a luz forte, o anjo precisou cutucar Pedro para que ele acordasse!

Pedro aprendeu aquela lição que o Mestre ensinou dormindo no meio de uma tempestade. Também passamos por situações assim. Podemos nos lembrar de experiências anteriores e atestar que poderíamos ter descansado ao invés de nos desesperar. Vejamos também experiências de homens e mulheres registradas na Bíblia ou ao longo da história da Igreja, a conclusão que chegamos é que nunca alguém se arrependeu de descansar em Jesus!

Pedro cantaria com muito entusiasmo aquele hino escrito no séc.XIX:

“As ondas atendem ao meu mandar: Sossegai!

Seja o encapelado mar, a ira dos homens, o gênio do mal:

Tais águas não podem a nau tragar, que leva o Senhor, Rei do Céu e mar,

Pois todos ouvem o meu mandar: – Sossegai, sossegai!

Convosco estou para vos salvar: Sim, sossegai!”

Doni Borçatto